quarta-feira

Resenha: A Fazenda – Tom Rob Smith

A FazendaEditora: Record
Ano: 2015
ISBN: 978-85-01-06201-7
Páginas: 333
Classificação: 5/5
Sinopse: Até o momento em que ele recebeu um telefonema desesperado de seu pai, Daniel acreditava que seus pais estavam indo para uma aposentadoria tranquila, bem merecida. Eles venderam sua casa de negócios em Londres e disseram "adeus para a Inglaterra" com uma festa alegre onde todos os seus amigos se reuniram para desejar-lhes bem para a grande aventura: sair para começar uma nova vida sem um controle remoto, numa fazenda bucólica na zona rural Suécia. Mas, com um telefonema, tudo muda. "Sua mãe não está bem" seu pai lhe diz., "Ela está imaginando coisas - terríveis, coisas terríveis. Ela teve um surto psicótico e foi internada em um hospital mental". Daniel se prepara para correr para a Suécia, no primeiro voo disponível para o dia seguinte. Antes que ele possa embarcar no avião, seu pai contatá-lo novamente com uma notícia mais assustadora: sua mãe foi liberada do hospital, e ele não sabe onde ela está. Em seguida , ele ouve de sua mãe: "Tenho certeza que seu pai falou com você. Tudo o que o homem lhe disse é uma mentira. Eu não sou louca. Eu não preciso de um médico. Preciso da polícia. Estou prestes a embarcar em um voo para Londres. Encontre-me no aeroporto de Heathrow". Pego entre seus pais, e não tem certeza de quem acreditar ou em quem confiar, Daniel torna-se juiz e o júri disposto de sua mãe quando ela diz-lhe um conto urgente de segredos, de mentiras, de um crime horrível e uma conspiração que implica o próprio pai.

A Fazenda é o primeiro livro, do autor Tom Rob Smith que eu leio. O autor é famoso pela sua trilogia Criança 44. E já tinha visto muitas criticas positivas, em torno do Tom. Por isso, não pensei duas vezes, ao dar uma chance ao livro A Fazenda.

O livro conta a história de Daniel, um homem que vive na Inglaterra e cuja sua opção sexual esconde de seus pais. Os pais de Daniel, Tilde e Chris, mudaram-se recentemente para uma fazenda no interior da Suécia. A escolha pela Suécia, foi porque Tilde morava lá, enquanto criança. Certo dia, Daniel recebe uma ligação de seu pai, lhe informando que sua mãe, está muito doente e acaba de sair do hospício aonde foi internada. Atordoado com a noticia inesperada, Daniel recebe uma ligação de sua mãe, dizendo que logo estará na Inglaterra e que ele não deve acreditar nas palavras de seu pai, pois ela está sendo alvo de uma terrível conspiração.

A história rola nesse clima, frenético e instigante. Deixando qualquer leitor curioso pelos fatos que a serem revelados. O livro é narrado por Daniel, mas também pela sua mãe, Tilde. Que conta todos os fatos que ocorreram com ela desde sua chegada a fazenda. De inicio, devorei o livro em pouco tempo, pois os capítulos são bem curtos, o que facilitou a leitura. Mas quando chegamos no meio da trama, confesso que fiquei um pouco decepcionada. Pois começa a se tornar cansativo a narrativa de Tilde. O autor, não largava nenhuma pista bombástica da conspiração, o que aos poucos, foi esfriando todo o clima do inicio do livro.

Mas tal fato é importante (muito importante) para a trama e os esclarecimentos finais. Ou seja, Tom soube dosar a leitura, dosar o leitor, pois o final é tão revelador e inesperado, que era preciso todas as informações mostradas.

A Fazenda é um livro excelente sobre thriller psicológico, que vai te deixar sem chão. Quando o livro se aproximou dos capítulos finais, fiquei sem reação a como tudo ia se encaixando perfeitamente. Eu simplesmente amei o livro, amei o final inesperado, amei a escrita do autor! Não preciso nem dizer, que eu recomendo né?!



Livro carinhosamente cedido pelo Grupo Editorial Record

Kamila Raupp

7 comentários:

  1. Já sou fã do autor pelo livro Criança 44... To mega ansiosa para ler esse. Sua resenha me.deixou com mais vontade ainda.

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros desse gênero!
    Não conhecia esse, mas fiquei muito curiosa depois de ler sua resenha.
    Bom quando um livro é dosado na medida certa;
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Oi Kamila,
    Pela capa eu não eu não leria não, é meio sem graça rs.
    Tinha esquecido do livro Criança 44, está na minha lista de leitura há muito tempo.
    Adorei sua resenha, ela me deixou intrigada e com muita vontade de ler.

    Abraços,
    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?
    Eu estou doida para poder ler esse livro, primeiramente porque eu sou fã de Thriller e os blogueiros estão falando tão bem que não tem como não ficar curiosam, espero gostar desse livro e me surpreender com o final.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Kamila, sua linda, tudo bem?
    Eu adoro thriller psicológico!!!! Me imaginei na posição de Daniel: em quem acreditar, no meu pai ou na minha mãe? Ela realmente está doente ou os eventos realmente aconteceram? E que eventos são esses? Você é má, não nos contou, risos... Não conhecia essa história, mas agora quero muito ler. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá! Você que ama a leitura, peço que responda a Pesquisa Universitária abaixo. Sua opinião é de extrema importância pra nós, obrigado.


    https://docs.google.com/forms/d/1VcdyKYFC_-g1PxiANu384QIGFevg74DRujOsRh1gkZs/viewform

    ResponderExcluir
  7. Olá... tudo bem??

    Adoro Thriller psicológico... fiquei bem tentada com a leitura desse livro e nem o conhecia... e fiquei chocada com a imensidão da curiosidade aguçada em minha mente com a descrição de sua resenha... Adorei a premissa... fiquei imaginando como Daniel ficou... com seu pai ligando de um lado e sua mãe do outro... quem está certo, quem está errado?? Nossa... sufoco amei... Xero!!

    ResponderExcluir