domingo

Resenhas da Lari - Penélope


Título: Penélope
Autor(a): Marylin Kaye
Editora: Galera Record
ISNB: 9788501080097
Páginas: 236
Classificação: 4/5

Penélope é um conto de fadas do novo século, uma menina nasce amaldiçoada por um focinho de porco no lugar do nariz, e apenas um rapaz de sua mesma classe social poderá quebrar o feitiço caso se apaixone por ela.
A tragédia da menina começa séculos antes, quando seu tataravó Raph Wilhern, um romântico, se apaixona pela empregada, Clara. A gravidez da criada desagrada a família e mais ainda o possível casamento. Obrigado a casar-se com um mulher rica e que seguiu os padrões de sua sociedade, e o tatá Wilhern, deixa a pobre Clara, que desesperada jogá-se em um poço. No entanto, a mãe da moça era uma bruxa poderosa e em plena raiva daquela família que havia causado tanta dor a sua filha, ela amaldiçoa a próxima menina que nascer.
Os Wilhern pareciam ter sorte, passaram séculos procriando apenas meninos, até que Penélope nasceu. E foi criada como prisioneira de uma mansão, cheia de luxos e regalias, mas nenhum amigo, apenas livros. Quando completou 18 anos, seus pais contrataram uma promotora de encontros, que teria a difícil missão de encontrar um rapaz – muito rico – que aceitasse penélope, e seu focinho. Mas se passaram anos, e nada. Penélope passou por diversos rapazes que saiam correndo. E depois de ler tantos livros que falavam sobre a vida lá fora, ela queria se aventurar, conhecer o mundo. Contra a vontade de seus pais ela foge, e munida de um cachecol, ela vai viver, aquilo que não havia vivido em todos aqueles anos.
Ah, parece simples, mas a família Wilhern é muito conhecida e poderosa, a mídia desconfia de que algo está errado. Dentre eles, Lemon, um repórter dedicado a descobrir o segredo da família. Para isso contrata Campion, um sangue azul falido, para estrar na mansão e tirar uma foto de Penélope.
E, bem, o restante vamos deixar para a querida Kaye contar.

O livro é simples, um história tranquila, daquelas que a gente lê num dia de chuva, sem nenhum compromisso. E em seguida, uma boa ideia é assistir ao filme em seguida, que foi lançado em 2008 dirigido por Mark Palansky, estrelado pela Christina Ricci como Penélope, que interpretou Wednesday, em a Família Addams.

Larissa Pereira

Larissa Pereira

3 comentários:

  1. Li o livro quando era menor, e lembro que gostei bastante! É um romance simples, quase timido, e achei a estória bem fofa... Nem sabia que tinha filme, haha. Logo assistirei ^^'

    Gostei de sua resenha! Parabéns. ^^'
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. parece bom e realmente da pra passar o tempo :)

    ResponderExcluir